Principal Notícias Brasil fecha ano com exportação de carne em alta

Brasil fecha ano com exportação de carne em alta

CARNE CAPA SIFEMS

As exportações de carnes in natura do Brasil fecham o ano de 2017 com crescimento. Os embarques de carne bovina nos 12 meses do ano somaram 1,21 bilhão de toneladas, 12,4% mais que as 1,08 bilhão de toneladas de 2016. A receita, de US$ 5,09 bilhões, cresceu 17% ante US$ 4,35 bilhões. Em volume, as vendas de carne de frango in natura ficaram estáveis, em 3,94 milhões toneladas (-0,4%), mas o faturamento registrou alta de 8%, para US$ 6,43 bilhões.

As exportações de carne suína in natura também foram positivas em receita, com incremento de 9%, para US$ 1,46 bilhão, mas caíram 5,9% em volume, para 590 mil toneladas. Os dados foram divulgados pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC).

Considerado apenas o mês de dezembro, os resultados também foram positivos para as carnes bovina e suína em relação a igual mês de 2016. Já os embarques da proteína de frango caíram na mesma base de comparação. Em dezembro, o Brasil exportou 108,6 mil toneladas de carne bovina in natura, 24% mais que as 87,3 mil toneladas de dezembro de 2016, mas 7% menos que as 116,2 mil toneladas de novembro último. A receita somou US$ 466,9 milhões, 28% acima dos US$ 365,9 milhões obtidos em dezembro de 2016, mas 6% abaixo do registrado em novembro. O preço médio recebido pelo produto ficou acima do registrado em dezembro de 2016 (+2,5%) e em linha com novembro passado (+0,8%), em US$ 4.300 por tonelada.

Os embarques de carne de frango in natura somaram 295,6 toneladas, 10% menos ante dezembro de 2016, quando foram embarcadas 326,8 mil toneladas. Na comparação com novembro, houve queda de 1%. O faturamento atingiu US$ 466,5 milhões, 6% abaixo dos US$ 498,6 milhões de mesmo período de 2016 e 5% inferior à receita de novembro. O preço médio da tonelada embarcada, de US$ 1.578, superou em 3,4% o de dezembro de 2016, mas ficou 4,6% abaixo do de novembro último.

As vendas externas de carne suína in natura totalizaram 43,9 mil toneladas, 2% a mais que as 43 mil toneladas embarcadas em dezembro de 2016, mas 4% abaixo do embarcado em novembro. A receita somou US$ 101,9 milhões, alta de 4% ante os US$ 97,7 milhões registrados no mesmo período de 2016, mas queda de 8% ante o registrado em novembro. No mês passado, o preço médio da tonelada ficou em US$ 2.320,30, 2,2% acima de dezembro de 2016, mas 4% abaixo do registrado em novembro.

Fonte: Revista Globo Rural

 

Adicione seu comentário. Participe!

ATENÇÃO
 
Os textos inseridos são de inteira responsabilidade daqueles que os postam.
O SIFEMS se isenta de toda e qualquer responsabilidade nos comentários publicados por seus filiados, por vez que se limita a ser mero veinculador do texto publicado. Os textos que forem inseridos por seus filiados serão automaticamente publicados, não sendo realizado qualquer moderação. Contudo alertamos que se forem utilizados textos ofensivos ou mesmo utilizado de forma pejorativa, o SIFEMS editará ou excluirá o mesmo, entretanto após a sua publicação. Entretanto os textos inseridos por não filiados dependerão de moderação para serem publicados.

Diretoria de Publicidade


Código de segurança
Atualizar


A CARREIRA DE FISCAL


frederico fundo


Fiscal
Estadual
Agropecuário


Entre e conheça

NAS REDES SOCIAIS


Você também encontra o SIFEMS no

 

 

ico twitter    ico facebook    ico youtube    ico googleplus

Entre e compartilhe